Imprimir  

White Papers

 

Como líder de Formação e Desenvolvimento a Dale Carnegie Training elabora White Papers. Os White Papers exploram questões que são importantes para o sucesso das organizações no mercado.   

 

PDF_Icon

Contributo para o Conhecimento do Engagement em Portugal

O nível de engagement nas organizações em Portugal subiu nos últimos dois anos, de acordo com  40% dos inquiridos  no estudo que a Dale Carnegie Training Portugal desenvolveu sobre o estado e as práticas de gestão de engagement. Sendo o nível de engagement, afectado por práticas organizacionais, atitudes pessoas e factores externos, poder-se-ia esperar que perante o cenário de incerteza que se vive actualmente, o resultado fosse menos positivo. Esta percentagem é ainda mais acentuada, se isolarmos os inquiridos de organizações com práticas regulares ao nível da medição / gestão de engagement.
 

PDF_Icon5 Aspectos Essenciais num Mercado Global

Artigo de KEVIN J. SENSENIG sobre os 5 aspectos essenciais num mercado global.
 

PDF_IconEmotional Drivers of Employee Engagement

Todos os dias as pessoas tomam decisões baseadas nas suas emoções. Os seus níveis de engagement no local de trabalho está relacionado com as emoções que sentem em relação à organização, ao seu superior e hierárquico e à gestão de topo. A Dale Carnegie Training identificou "drivers" emocionais específicos do engagement.
 

PDF_IconThe Dynamics of Employee Engagement

Today, engaged employees are more important than ever. Dale Carnegie Training’s White Paper The Dynamics of Employee Engagement will reveal the variables that play a significant role in impacting employee’s levels of engagement.
 

PDF_IconO que impulsiona o engagement e porque é importante

O comprometimento dos colaboradores é mais vital do que nunca para o sucesso das organizações. A Dale Carnegie Training em parceria com a MSW Research estudou o que realmente impulsiona o comprometimento dos colaboradores. A pesquisa revelou que apesar de existirem muitos factores funcionais e emocionais que impactam no comprometimento dos colaboradores, há três que são fundamentais.
 

PDF_IconEnhancing Employee Engagement: The Role of the Immediate Supervisor

The most influential role in an employee’s level of engagement is his or her relationship with their immediate manager. Dale Carnegie Training’s Enhancing Employee Engagement White Paper illustrates the pivotal role the immediate supervisor will play in organizational engagement.
 

PDF_Icon

Employee Engagement for Small to Medium Size Businesses

Dale Carnegie Training & MSW research found that small and medium size businesses have higher engagement rates than big business. See specically how smaller businesses can drive employee engagement.

 

PDF_IconBuilding a Culture of Engagement: The Importance of Senior Leadership

Senior leaders are the visible face of an organization. Dale Carnegie Training’s White Paper "Building a Culture of Engagement: The Importance of Senior Leadership" explains how senior leaders can build a workforce that gives their organizations a competitive advantage.
 
 

PDF_IconPeople, Productivity, and Performance The Foundations

A actual crise económica reforçou o pensamento que tudo pode mudar de uma forma inesperada, sendo fundamental a flexibilidade e a inovação nas respostas. Apesar de provavelmente não existir uma resposta perfeita para a equação pessoas, produtividade e performance, há uma abordagem que é fundamental para a rentabilidade: ter a pessoa certa no lugar certo fazendo o que é importante.
 

PDF_IconLessons Learned: Efectividade na Gestão do Tempo

Mais, melhor e mais rápido, com menos recursos, é desde há algum tempo a esta parte uma necessidade cada vez mais presente na vida de todos os profissionais. Quantas vezes é que na última semana ouviu alguém falar sobre a falta de tempo e a necessidade de o gerir melhor? Mas como é possível satisfazer esta nova exigência? Conseguiremos mesmo ser mais eficazes e eficientes? Grande parte das melhorias com impacto na produtividade individual incluem uma forte dose de predisposição e abertura para a mudança, ou seja, a atitude é fundamental. Então como é possível conseguir melhorias num determinado departamento ou função?
 

PDF_IconEnergize as suas Reuniões Virtuais

As regras de reuniões de negócios mudaram! Reuniões on-line, ou virtuais, estão rapidamente a ser consideradas como a melhor maneira de reunir. Esta mudança permite economizar custos, reduzir o tempo em deslocações, e são convenientes para todos. Mas também apresenta desafios, para usar a tecnologia virtual, é necessário adquirir novas técnicas de planeamento. O guia da Dale Carnegie Training "ENERGIZE AS SUAS REUNIÕES VIRTUAIS" vai-lhe fornecer as ferramentas que precisa para preparar e executar eficazmente uma reunião virtual.

 

PDF_IconLessons Learned: Vendas. Sucesso em Programas de Treino de curta duração

Sistematicamente as empresas investem no treino da sua equipa comercial. Habitualmente detectam uma necessidade; novos produtos, reorganização geográfica, nova segmentação ou mesmo refresh de técnicas; e definem um programa para trabalhar essas necessidades.
 

PDF_IconLessons Learned: Porque o "Engagement" conta

Imagine-se na seguinte situação! Quer mudar o formato de atendimento aos clientes. Já calculou todas as necessidades de investimento, desde mudanças de lay out, à comunicação ao mercado e depara-se agora com a questão de determinar se os colaboradores serão capazes de ser bem-sucedidos no novo formato e qual o esforço, tempo e investimento necessário para conseguir que os colaboradores adoptem atitude correcta. Onde procurar a(s) resposta(s)?
 

PDF_IconASTD Employee Engagement Study

Estudo sobre o engagement dos colaboradores e como o aumentar com ganhos significativos de produção.
 

PDF_IconCommunicate for Action

Artigo de KEVIN J. SENSENIG sobre a importância da comunicação dentro das organizações e quais os efeitos que tem.
 

PDF_IconConnect with People

Artigo de KEVIN J. SENSENIG sobre o impacto das medidas tomadas em tempos de crise e que inevitavelmente aumentam a pressão e o stress dos colaboradores. Se numa fase inicial os colaboradores poderão estar resignados e/ou até contentes por possuirem um posto de trabalho, com o passar do tempo o descontentamento irá aumentar exponencialmente levando a um "desengagement" e a baixa produtividade. Este artigo explora esta temática e aponta para algumas medidas para o evitar.
 
 

PDF_IconComprometimento de Colaboradores

O que é o engagement dos colaboradores e porque os gestores devem preocupar-se acerca disto? O que nos diz a literatura sobre o tema? Como as organizações incentivam o engagement? Como pode uma organização ir para além do engagement individual para criar uma cultura corporativa socialmente coesa, na qual as pessoas estão totalmente comprometidas? Este White Paper da Dale Carnegie aborda estas questões.
 

PDF_IconGestão de Talento

Quantas vezes ouvimos dizer que "as pessoas são o maior activo da nossa organização"? A gestão de talento faz com que a frase vá para além de uma mera conversa fiada. De facto, alguns estudiosos contemporâneos do mundo dos negócios prevêm que, no futuro, os Departamentos de Recursos Humanos irão desaparecer, sendo substituídos pelos Departamentos de Gestão de Talento.
 

PDF_IconPlanear a Sucessão

A maioria dos gestores sabe que é dificil encontrar pessoas talentosas. Se os gestores pretendem substituir os seus colaboradores actuais, muitas vezes concluem que recrutar trabalhadores externos qualificados, comparativamente com os actuais, pode custar muito mais que os manter. Planear a sucessão consiste em preencher o pipeline de talentos da organização, ou seja, trata-se de aproveitar o talento que a organização já possui, desenvolvendo-o até ao seu pleno potencial.
 

PDF_IconA Formação no Comprometimento de Colaboradores

Envolver os colaboradores é um grande desafio. A literatura é ainda muito pobre, como a conquista do envolvimento dos colaboradores. Perante isto e com este desafio em mente, a Sociedade Americana de Formação e Desenvolvimento (ASTD) junto com o Instituto para a Produtividade (i4cp) efectuou uma pesquisa e desenvolveu um estudo sobre o comprometimento dos trabalhadores. O "A Formação no Engagement do Colaborador" foi patrocinado pela Dale Carnegie Training. O objectivo era ter uma visão do engagement no trabalho para descobrir como as organizações podem aumentar os níveis de envolvimento, com um foco particular no papel da aprendizagem no processo de envolvimento.
  

PDF_IconIT as a Valued Business Partner

Nos últimos anos tem vindo a assistir-se a uma mudança na forma como as empresas e os profissionais de TI são perspectivados pelos seus clientes. Os clientes procuram mais do que profissionais de suporte qualificados, capazes de executar tarefas e implementar projectos estruturados com base em requisitos perfeitamente definidos à partida.
 
Para as empresas do sector que ficam presas a este paradigma, o seu trabalho é perspectivado como a execução de uma tarefa que começa e acaba com a entrega e implementação e/ou gestão de uma determinada tecnologia, confrontando-se cada vez mais com dificuldades de diferenciação da concorrência, de fidelização de clientes, acabando por ter de enfrentar guerras de preços protagonizadas por novos players e por ocupar segmentos de mercado com baixa rentabilidade, onde as barreiras à entrada tendem a esbater-se.
 
 
PDF_Icon

Sales Training Ensure it Gets Results

Os novos executivos reconhecem que os representantes de vendas ou comerciais precisam das ferramentas ou competências para o sucesso, precisam de  aprender habilidades profissionais  uma nova forma de vender e  de interagir com os clientes, aproximando novos  e construir uma base de relacionamento de longo prazo.
 

PDF_IconEncourage Team Members

Devemos chamar a atenção para os erros das pessoas indirectamente, mas indicá-lo (comportamento negativo) de uma forma positiva, estarão mais propensos a abordá-la e voltar a si por conta própria. Às vezes quando colocamos face a face com outra pessoa e a confrontamos ela vai reagir de uma forma ainda mais negativa. 
 
 
PDF_Icon

Engagement: e depois da medição

Após medir é necessário estudar, compreender e aprofundar os resultados obtidos. Após a medição as organizações conduzem entrevistas individuais ou colectivas para compreenderem a origem e causa das respostas obtidas.

 

PDF_IconEmployee Engagement in the Banking Industry

The key to winning the talent war is creating engaged employees.
Engaged employees – by definition – recommend your bank to friends as a great place to do business and as a great place to work. They attract customer-responsive people like themselves.And the keys to engagement are now yours to use.
 
 

PDF_IconWinning hearts and minds in the 21st century

Um artigo publicado pela consultora McKinsey, refere que os líderes das organizações do século XXI devem considerar novas formas de mudar as atitudes e comportamentos dos seus colaboradores de forma a aumentar o engagement.

 

PDF_IconRecognizing Leadership Blind Spots

Maior rentabilidade, clientes fiéis e colaboradores comprometidos são os objectivos de todas as organizações. O lucro sustentável e o crescimento são derivados da lealdade de cada cliente, a lealdade vem de experiências positivas do cliente, e essas experiências são criadas consistentemente apenas por colaboradores comprometidos.
 Optimized-B2_Carnegie_2173
 
 

Rua Sousa Aroso, 556, 4o esq/4o esq Tr., Matosinhos, 4450-287, PT
P:+351 22 939 67 00

Siga-nos online
 

 
© 2017 Dale Carnegie & Associates, Inc..
Todos os Direitos Reservados
 
.
projecto de site e desenvolvimento por Americaneagle.com