Imprimir  

Os casacos do empreendedor

Ao mesmo tempo que, o debate sobre se nascemos ou nos tornamos empreendedores, continua a ocupar e a alimentar páginas de artigos e de teses e muitas conversas e conferências, há espaço para discutir assuntos que me parecem ser mais decisivos no sucesso do empreendedorismo.

button-fashion-1334

Conduzir o próprio negócio, significa ter a capacidade de vestir vários ‘casacos’, de diferentes ‘cortes e cores’ e, independentemente do casaco que se estiver a usar em cada momento, conseguir manter diferentes equilíbrios (p.e. vendas vs produção), garantindo que o negócio continua a crescer de forma saudável. Afinal, quais são as competências essenciais para ser um empreendedor de sucesso?

Comunicação - Mesmo que esteja a conduzir sozinho o negócio, comunicar de forma linear e clara com os clientes, seja presencialmente, telefonicamente ou por e-mail, é fundamental. Fracas competências de comunicação podem levar a baixos níveis produtividade, de motivação e a erros, enquanto que, boas competências de comunicação podem resultar em colaboradores comprometidos e clientes encantados. Se não tem o “dom da comunicação”, não se dê por vencido, pode não se tornar o melhor comunicador do mundo, mas pode desenvolver as suas competências de modo a ter uma comunicação eficaz.

Vendas – Salvo raras excepções, os produtos não se vendem, só por o empreendedor os achar muito bons, embora o possam efectivamente ser. Sem vendas, não há futuro para um negócio. Mesmo que não se veja como um vendedor, enquanto líder de um negócio, vai ter de estar envolvido nas vendas e utilizar esta competência, quando estiver a falar sobre o seu negócio, a negociar com um fornecedor, ou apenas a persuadir alguém a fazer alguma coisa.

Estratégia – Há uma citação de Lewis Carrol, que refere que quando não sabemos para onde queremos ir, qualquer caminho serve. É fácil pensar e planear a curto prazo, porque os resultados são fáceis de ver. E a longo prazo, quais são os desafios e os objectivos? O saber onde se quer chegar (big picture) é essencial para o sucesso da empresa.

Foco no cliente – num mercado cada vez mais global, em que os concorrentes passaram a não ser, locais, regionais ou nacionais, o foco em quem realmente paga as contas, deixou de ser para alguns, apenas um grande jargão, para ser o cerne dos negócios. Enquanto empreendedor, não se pode esquecer que tudo o que faz é para os seus clientes. Um bom empreendedor tem sempre tempo para os clientes, independentemente de ser para receber uma reclamação ou um elogio, porque sabe que, os contactos com os clientes são uma oportunidade de fazer melhor, crescer e não uma dificuldade.

Resiliência – Ser empreendedor não é tarefa fácil, nem é para qualquer um! Está preparado para superar os obstáculos que o dia-a-dia de uma empresa tem  de ultrapassar? Está preparado para tomar decisões e aguentar as consequências dia após dia? Está preparado para o fracasso ou apenas para o sucesso? Ser resiliente é ter a capacidade de perante o stress, pressões, contrariedades, manter o equilíbrio emocional. Podemos nascer na vida profissional, mais ou menos resilientes, mas não necessitamos de viver com o nível com que nascemos.

Start_Go10_ser_empreendedor

Ser empreendedor, só por si é uma opção exigente, que implica uma boa dose de coragem e cujo sucesso está dependente de muitas competências, algumas das quais já elencadas, de forma a garantir que o sonho se torna realidade e que o desafio é uma constante.

 

Daniela Moreira - Executive Director da Dale Carnegie Portugal

Artigo publicado na Revista Start & Go nº10

 

Rua Sousa Aroso, 556, 4o esq/4o esq Tr., Matosinhos, 4450-287, PT
P:+351 22 939 67 00

Siga-nos online
 

 
© 2017 Dale Carnegie & Associates, Inc..
Todos os Direitos Reservados
 
.
projecto de site e desenvolvimento por Americaneagle.com